Alemanha 2010

E chegamos à semana do Grande Prêmio da Alemanha, um dos mais tradicionais da temporada da Fórmula 1.

A primeira vez que o GP alemão fez parte do Mundial, foi no ano de 1951, no legendário autódromo de Nürburgring-Nordschleife, com seus impressionantes 22 km de extensão e 172 curvas, e vem sendo disputado regularmente desde então. A prova ficou de fora do calendário apenas três ocasiões: em 1955, após o terrível acidente que matou mais de 80 pessoas nas 24 Horas de Le Mans daquele ano (falarei disso em outro post), o circuito de Nürburgring-Nordschleife foi considerado inseguro e a prova foi cancelada; em 1960 a corrida foi disputada, mas só por carros da Fórmula 2; e em 2007 por divergências entres os dois principais Automóveis-Clubes da Alemanha.

Como já disse antes, a prova era disputada no anel norte do autódromo de Nürburgring, (Nordschleife), em 1970, por questões de segurança, foi disputada, pela primeira vez em Hockenheimring, sendo que no ano seguinte, volta a Nürburgring onde será disputado até 1976, quando o acidente que quase matou Niki Lauda, faz com Nordschleife seja definitivamente abandonado pela categoria. A partir de 1977 a Prova volta a ser sediada em Hockenheimring, sendo que em 1985 e 2009, a prova seria sediada em Nürburgring, dessa vez no anel sul (Sudschleife), que foi reformado e teve seu traçado diminuído de 7,5 km para 5,1 km de extensão.  No ano seguinte volta para Hockenheim em definitivo (exceto por 2009).

Em 2002 a pista de Hockenheimring sofreu uma reforma, e a parte de alta velocidade que percorria a floresta foi desativada.

O lengedário Nürburgring-Nordschleife

O bom e velho Hockenheimring original

O horrendo traçado atual de Hockenheimring

Algumas estatísticas do GP da Alemanha:

Foram disputadas 56 corridas válidas pelo Mundial de Fórmula 1, sendo 37 em Hockenheimring, 19 em Nürburgring-Nordschleife, 2 em Nürburgring-Sudschleife e 1 em AVUS (falarei desse circuito um dia).

O maior vencedor é Michael Schumacher, com quatro vitórias, nos anos de 1995, 2002, 2004 e 2006.

O vencedor da prova de 2009, disputada em Nürburgring, foi Mark Webber (Red Bull/Renault), sendo que ele também foi o pole-position (1:32:230).

A volta mais rápida foi de Fernando Alonso (Renault), cravada em 1:33:365 (49ª volta)

Foi no GP da Alemanha que Rubens Barrichello venceu sua primeira prova na Fórmula 1, em 2000

Webber venceu o GP Alemão em 2009, em Nürburgring-Sudschleife

E como não poderia deixar de ser, uma das cenas mais clássicas do GP da Alemanha, o lendário “Golpe Lango-Lango” do Piquet no Eliseo Salazar

Um comentário sobre “Alemanha 2010

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s