Hungria 2010

Uma semana depois do polêmico Grande Prêmio da Alemanha, o circo da Fórmula 1 chega a Hungaroring para o Grande Prêmio da Hungria.

A primeira prova válida pelo Mundial disputada em solo magiar foi no ano de 1986, sendo disputada ininterruptamente até hoje, sempre no travado circuito de Hungaroring.

Como eu disse, a pista é uma das mais travadas do calendário, sendo, inclusive, comparada a Monte Carlo. É uma corrida mais para os pilotos do que para o público, pelas características da pista, onde qualquer erro pode significar vários décimos de desvantagem, seu asfalto extremamente abrasivo, e pelo sufocante calor do verão húngaro, que leva os pilotos a um desgaste físico muito grande.

Hungaroring é sempre lembrada por ter sido lá que Nelson Piquet fez, sobre Ayrton Senna, uma das mais belas ultrapassagens de todos os tempos.

O traçado de Hungaroring

Algumas estatísticas do Grande Prêmio da Hungria:

Essa será a 25ª edição da prova, como eu disse acima, todas foram disputadas em Hungaroring.

O maior vencedor é Michael Schumacher, com 4 vitórias (1994, 1998, 2001 e 2004)

O Pole-Position na prova de 2009 foi Fernando Alonso (Renault), com o tempo de 1:21:569; o vencedor foi Lewis Hamilton (McLaren/Mercedes-Benz); a volta mais rápida foi de Mark Webber (Red Bull/Renault), em 1:21:931, na 65ª volta.

Hamilton venceu o GP da Hungria de 2009

Uma das coisas mais lindas da história da F1. Segundo Jackie Stewart, foi como fazer um looping com um Boeing 747

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s