Curtas

Depois do GP da Hungria, a Fórmula 1 dá uma parada e só volta no último fim de semana de Agosto em Spa-Francorchamps. Mas nos bastidores, o movimento continua, então vamos dar uma olhada no que eles andam fazendo e dizendo por aí.

  • A Renault revelou o problema que causou o incêndio no carro de Nick Heidfeld: Um superaquecimento provocado pela mudança do mapeamento do motor. Segundo entrevista do diretor técnico da equipe, James Allison, à revista Autosport, o mapeamento usado no motor teria produzido uma exaustão mais quente que o normal, causando uma rachadura no escapamento, essa rachadura teria aumentado ao longo da corrida e causado o superaquecimento, que culminou com o incêndio no carro do piloto alemão. O chassi usado em Hungaroring será descartado pela equipe.

Superaquecimento no motor teria causado incêndio no carro de Heidfeld na Hungria

  • O atual calendário, com 20 provas, vem sendo considerado um tanto exagerado pelas equipes, mas tem gente que pensa diferente. Segundo o chefe da Williams, Adam Parr, o aumento do número de corridas poderia ajudar a melhorar a situação financeira das equipes, gerando mais receita para elas. Parr também comentou o fato de que a BBC não transmitirá mais a temporada completa a partir do ano que vem, sendo que parte das corridas será transmita por pay-per-view pelo canal Sky Sports. Segundo o dirigente, a Fórmula 1 é um espetáculo muito caro, e se a BBC não tem condições de bancar a temporada, é inevitável que alguém que tenha como pagar assuma o controle, mesmo que repasse os custos ao público.
  • Ainda sobre a Williams, o site da emissora norte-americana Speed Channel afirma que Rubens Barrichello pode ser substituído por seu antigo companheiro Nico Hülkenberg ou por Adrian Sutil em 2012. Já na Red Bull, Helmut Marko disse que Webber fica para 2012, mas que para 2013, provavelmente, seria substituído pelo seu compatriota Daniel Ricciardo, atualmente na Hispania.

Um desses dois pode ocupar a vaga de Barrichello em 2012

  • A Pirelli divulgou quais compostos serão utilizados nas próximas três etapas do Mundial. Médios e macios em Spa-Francorchamps e Monza, e macios e supermacios em Cingapura.
  • A Fórmula 1 pode ter uma prova de rua em Nova York a partir de 2013. O GP seria disputado às margens do rio Hudson, próximo à famosa ilha de Manhattan, o coração da cidade. Esse é um desejo antigo de Bernie Ecclestone, e pode estar bem próximo de se concretizar, já que o próprio prefeito da metrópole, Felix Roque, se mostrou favorável ao projeto.

Projeção do possível traçado da pista de rua de Nova York

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s