Barulho

919275-ecclestone-todt

Bernie Ecclestone resolveu empreender uma cruzada contra os motores V6 turbo. Bem, na verdade, desde que os novos propulsores foram anunciados, o detentor dos direitos comerciais da Fórmula 1 já tinha dado declarações se posicionando contra a mudança. O principal argumento é que devido ao regime de rotação mais baixo, na ordem de 15.000 giros por minuto, contra 18.000 do ano passado, mais o turbo que ajuda a abafar, o som dos motores teria ficado sem graça, sem cara de som de motor de carro de corrida.

Então eu pergunto ao amigo leitor: E daí? Será que isso realmente importa? Eu sei que automobilismo é um esporte que traz à tona as mais variadas sensações, que estimula quase todos os nossos sentidos, e o som dos motores tem sua importância. Mas seria algo tão primordial a ponto de Ecclestone querer iniciar uma “guerra santa” contra Jean Todt e a FIA? Será mesmo que o som é tão mais importante que a competição em si? Ora, o som pode “não ser dos melhores”, mas vale lembrar que a velocidade final dos carros é bem maior do que com os V8. Projeções indicam velocidades próximas a 370 Km/h em Monza!

Todo mundo que acompanha a Fórmula 1 sabe que Ecclestone é um sujeito que não mede esforços para sempre tirar vantagem e ganhar cada vez mais dinheiro, mesmo estando podre de rico e velho o suficiente para saber que não tem necessidade de acumular mais. Todo mundo sabe que ele é um homem inteligente, e que nunca deixa escapar uma boa oportunidade de lucrar. O que eu não consigo entender é o porquê dessa atitude tão, me desculpem, burra, nesse caso. Pensem comigo: O objetivo de se terem introduzido todas essas mudanças foi a economia. Mas é lógico que, a curto prazo, demanda-se um grande investimento. E quem poderia arcar com esse investimento? As grande fabricantes (montadoras). Esse esquema de downsizing, sistemas de recuperação de energia, é tudo que elas precisam para voltar a investir na Fórmula 1. Isso dá uma base REAL de desenvolvimento aplicável em seus carros de rua. Não é à toa que o Grupo Volkswagen, via Audi e agora Porsche, e a Toyota, antes a Peugeot, investem nas corridas de longa duração, que já utilizam tecnologias que permitem o uso em modelos de rua. Não é à toa que a Honda vai voltar à Fórmula 1 em 2015, que se fala numa volta da Ford (inclusive com boatos de que recompraria a Cosworth), que a Mercedes se empenhou tanto no desenvolvimento desse motor, e a Renault, prestes a pular fora, segurou as pontas. Indo contra o novo esquema técnico, tentando forçar seu fracasso, através de uma campanha difamatória, que é praticamente o que ele tem feito, Ecclestone vai contra as maiores interessadas em investir na categoria da qual ele retira seus sagrados milhões a cada fim de semana. Ele age contra seus próprios interesses.

Sinceramente, apesar de saber que essa é uma guerra por dinheiro e poder, é difícil demais saber quais são, de fato, os movimentos de Bernie Ecclestone. Até onde e o que ele está disposto a arriscar nessa sua briga com Jean Todt e a FIA. Nós sabemos que ele não é nenhum louco, ou burro, mas esses últimos movimentos me deixaram com uma pulga atrás da orelha, e certa desconfiança quanto à capacidade estratégica do velho Bernie. Só espero que toda essa confusão não acabe com a Fórmula 1 justamente no momento em que ela começa uma nova fase tão empolgante quanto esta…

Um comentário sobre “Barulho

  1. Finalmente alguém não vem com essa chatice de ficar somente reclamando do som dos motores. Também acho que essa conversa fiada do Bernie tem algo escondido. A reclamação dos dirigentes australianos pode ser apenas desculpa para rever os valores de contratos para as próximas temporadas.E o Bernie tem medo de que seja descoberta uma maneira dele perder seu “suado” dinheirinho…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s