Naked F1 – Renault RE40

prost 83

Alain Prost e seu Renault RE40, em 1983.

Anúncios

Renault 5 Maxi Turbo

Não é Fórmula 1, eu sei. Mas o Renault 5 Maxi Turbo, do antigo Grupo B do WRC, é um carro tão fantástico, e combinou tão bem com a trilha sonora, que eu não resisti, e resolvi postar esse vídeo aqui…

80’s – Turbo

Motores turbo, essa é a razão pela qual nós amamos os anos 80!

É só clicar nas fotos para ampliar.

TAG-Porsche TTE PO1 1.5 V6T

BMW M1213 1.5 L4T

Honda RA167E 1.5 V6T

Ford GBA 1.5 V6T

Ferrari 033D 1.5 V6T

Zakspeed 1500-4 1.5 L4T

Renault EF15B 1.5 V6T

Alfa Romeo 890T 1.5 V8 Turbo

Hart 415T 1.5 L4T

SF1T Classics – Europa ’83

No Schelb F1 Team Classics de hoje, o Grande Prêmio de Europa de 1983, disputado no Circuito de Brands Hatch, Inglaterra. A corrida foi vencida pelo futuro campeão da temporada, Nelson Piquet (Brabham/BMW), com Alain Prost (Renault), e Nigel Mansel (Lotus/Renault), completando o pódio.

O vídeo conta com o áudio da transmissão da Rede Globo, com narração de Galvão Bueno, e comentários de Reginaldo Leme.

70’s – O Início

Em 1977 a Renault resolve entrar na Fórmula 1, e vem com uma grande novidade: os motores turbo. No começo foi muito criticada, porque eles não tinham lá muita durabilidade, apesar de serem verdadeiros monstros em termos de potência. Mas nos anos seguintes, eles se tornariam dominantes na categoria.

Na foto, Jean-Pierre Jabouille no GP da Grã-Bretanha de 1977. Era o início do período mais fascinante da Fórmula 1.

Enfim boas notícias…

Finalmente uma coisa boa saída das cabeças dominantes da Fórmula 1. A idéia é que, a partir da temporada de 2013, a categoria volte a contar com o efeito-solo (os famosos “carros-asa”) e com motores turbo. Os motores teriam 1,6 litro, 4 cinlindros, e cerca de 650 hp de potência. Além disso, estuda-se a possibilidade de os motores serem movidos por bio-combustíveis, e a limitação em cinco, o número de motores que poderão ser usados pelos pilotos na temporada.

As medidas visam aumentar a competitividade, a redução de custos e tornar a categoria menos poluente.

Não sei quanto a vocês, mas eu estou adorando essa idéia…

Alain Prost num Renault RE 30, de 1981, com efeito-solo e motor turbo